Especialista em centro cirúrgico traz experiência aos técnicos de Farmácia

Centro cirúrgico

Em julho, os técnicos de Farmácia do HCFMUSP receberam a visita de Daniel Fraga Gomes Baeta, farmacêutico especialista em centro cirúrgico.

Com pós-graduação em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica, além de MBA Executivo em Administração Hospitalar, Daniel compartilhou com o grupo sua vivência na área, especialmente no Hospital Geral de Pirajussara onde atua desde 2010 e, hoje, ocupa o cargo de farmacêutico.

Inicialmente, ele abordou o papel da Farmácia no centro cirúrgico – responsável por dispensar medicamentos e materiais específicos para procedimentos cirúrgicos, conta com rotina fixa e necessidade de pessoal capacitado.

E a rotina é complexa e exigente com detalhes: “É preciso fazer contagem de psicotrópicos, de materiais de alto custo e de rotativos. Realizamos o acompanhamento cirúrgico e a montagem e dispensação dos kits para as cirurgias. Também somos responsáveis pelo controle de limpeza e qualidade, além da solicitação de materiais, medicamentos, fios, soros e almotolia”, explica Daniel.

Para tanto, os centros cirúrgicos buscam profissionais com aptidões específicas, que exigem uma boa formação do farmacêutico. “A pessoa precisa ser comunicativa, interessada, ágil, atenciosa e pontual – acima de tudo, é preciso ter o conhecimento básico em centro cirúrgico, pois é realmente outra realidade”, completa. Os profissionais também devem se adequar aos inúmeros sistemas informatizados, que têm por objetivo facilitar o processo de gestão de estoque e a rastreabilidade.

“Para darmos um exemplo, podemos citar os fios cirúrgicos, uma das maiores preocupações dos técnicos de farmácia quando se refere ao centro cirúrgico. É preciso entendê-los e conhecê-los; existem diversos tamanhos de agulha pra um único modelo de fio. Assim, organizá-los em ordem crescente facilita a localização”, diz Daniel.

 

Conhecer a realidade prática

A área de Farmácia tem recebido diversos profissionais nos últimos meses para compartilhar suas experiências com os alunos dos cursos técnicos.

“Trata-se de uma experiência excepcional, pois os alunos conseguem, de fato, desenvolver uma perspectiva, uma ótica da rotina que pretendem seguir”, afirma Jessé Eduardo Bispo, Coordenador e Docente na Escola de Educação Permanente (EEP) e Farmacêutico Clínico do Hospital Totalcor. Jessé também coordena o Curso Técnico em Farmácia, da EEP. “O curso torna-se mais dinâmico ao levar a realidade para a sala de aula; é um bom termômetro para o aluno, que identifica possibilidades, dificuldades e questões a desenvolver ainda durante o seu curso”, completa.

A EEP oferece formatos inovadores de cursos de excelência à distância (EaD), e a formação presencial técnica em Farmácia, que abre inscrições semestralmente, para capacitar os profissionais.

Conheça alguns dos cursos: Cálculos em FarmáciaPsicofarmacologia e Portaria 344/98Assistência Farmacêutica em DrogariasOrientações para dispensação de medicamentos em drogariasInterações Medicamentosas; Capacitação Técnica sobre Dispensação de Medicamentos e Assistência Farmacêutica ao Paciente Ambulatorial.